Archive | agosto 2016

Ferramentas

Hoje meu parceiro da cozinha voltou para casa. Depois de 11 anos de uso intensivo, ele estava mostrando sinais de degradação, enviamos para uma empresa credenciada. Passou mais de um mês por lá, foi inteiro desmontado, muitos itens não estéticos foram substituídos.

Neste meio tempo, me deixaram com um genérico qualquer emprestado. Ajudou mais do que deveria.

Por um lado ajudou porque não fiquei sem poder cozinhar. Mas ajudou mais ainda por lembrar que eu não tenho um fogão, tenho um instrumento de precisão.

Qual o primeiro item preparado após o retorno? Fácil. Um miojo. Porque o intermediário emprestado me tirou o gosto de cozinhar num nível tão absurdo que deixei os ingredientes de tudo acabarem. Parece um tipo de pirracinha, e provavelmente é. Com o passar dos anos me acostumei e me apeguei às minhas ferramentas da cozinha, recentemente me desfiz de metade delas, estou ainda tentando me acostumar com tudo mais simples, mas numa boa, o fogão não é algo que me vejo abrindo mão.

Hora de ir para o mercado.

Anúncios

Capilaridade

Hoje senti desprezo por um método. Digo, eu sei que a coisa é toda cheia de boa intenção, mas no país de onde venho, conhecemos isso como pavimento.

É um formatinho de vídeos de tutorial. O estilo de narrativa de tamo junto, “então agora a gente passa a coisa por esse treco, ok pessoal, e depois a gente mistura com aquela outra bagaça”. Se passando por especialista em algo sem importância, no final das contas resolvido de forma óbvia, quase na base do improviso. Mas tem um floreio enorme na hora de ficar falando e falando e fazendo juntinhos.

Mas mesmo essa boçalidade por vezes tem valor, quando algum conceito bacana no final das contas foi passado.

E hoje aprendi por nome algo que só sabia superficialmente como funciona. E saber o termo correto permitiu pesquisar mais.

No final das contas, aquele vídeo em si foi um desperdício de tempo, mas por outro lado, garimpar informação é isso aí. Raramente é fácil. Difícil encontrar os meios termos onde não seja algo muito raso, quando não incorreto. Também difícil fugir dos grandes compêndios lotados de informação extremamente densa feita para potencialmente te transformar no maior especialista do mundo naquele assunto. Ou ao menos alguém bem treinado naquela visão sobre o assunto abordada pelo autor daquela fonte em específico.

Ao menos possibilitou a pesquisa. Obrigado, carinha do vídeo horrível.

Transplante


Quem diria que um dia iria utilizar esta palavra me referindo, de fato, à plantas…

As 4 estão crescendo bem. Muito bem, por sinal. Quando foram plantadas, também foi um pimentão do lado de fora, no jardim. Este acabou de abrir o primeiro par de folhas, enquanto as de dentro estão no quarto, cresceram as raízes o suficiente para eu achar que depois seria chato de tirar sem machucar, e estão com 3x a altura.

Comecei a fertilizar. Usando receita baseada em nutrientes para hidroponia.

A temperatura tem se mantido todos os dias estável entre 21 e 25 graus. A umidade do ambiente tem oscilado entre 55 e 80.

Me sinto confiante.