Capilaridade

Hoje senti desprezo por um método. Digo, eu sei que a coisa é toda cheia de boa intenção, mas no país de onde venho, conhecemos isso como pavimento.

É um formatinho de vídeos de tutorial. O estilo de narrativa de tamo junto, “então agora a gente passa a coisa por esse treco, ok pessoal, e depois a gente mistura com aquela outra bagaça”. Se passando por especialista em algo sem importância, no final das contas resolvido de forma óbvia, quase na base do improviso. Mas tem um floreio enorme na hora de ficar falando e falando e fazendo juntinhos.

Mas mesmo essa boçalidade por vezes tem valor, quando algum conceito bacana no final das contas foi passado.

E hoje aprendi por nome algo que só sabia superficialmente como funciona. E saber o termo correto permitiu pesquisar mais.

No final das contas, aquele vídeo em si foi um desperdício de tempo, mas por outro lado, garimpar informação é isso aí. Raramente é fácil. Difícil encontrar os meios termos onde não seja algo muito raso, quando não incorreto. Também difícil fugir dos grandes compêndios lotados de informação extremamente densa feita para potencialmente te transformar no maior especialista do mundo naquele assunto. Ou ao menos alguém bem treinado naquela visão sobre o assunto abordada pelo autor daquela fonte em específico.

Ao menos possibilitou a pesquisa. Obrigado, carinha do vídeo horrível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: